Há dias e dias…

Tinha reunião de projecto no Porto. A última reunião do género tinha sido mais uma apresentação pública, que uma reunião. Resultado: empenhei a ultima semana e o fim de semana a preparar tudo ao detalhe.

Acordei, e decidi “ir de véspera” para apanhar o comboio das 8.19, não fosse acontecer algum imprevisto. Carreguei duas viagens no cartão e siga. Vou às partidas e está um comboio suburbano para o Porto com saída daí a 5 minutos. Óptimo! Validei a viagem e entrei sem medos. Comecei a estranhar o comboio (sim porque para o Porto os comboios são sempre iguais e já os conheço de olhos fechados!), a linha, e comecei a estranhar mais quando toda a gente começou a sair do comboio. Resolvi sair para ver se percebia o que se passava. Nada, perguntei a ma moça que chegava ao comboio se aquele comboio era mesmo regional. Sim é, sai já para Coimbra! Coimbra? Oi!!! A moça ainda me disse que o cartão que tinha na mão só dava para o Porto, que com certeza se tinham enganado a vender-me o bilhete. Do mal o menos, não segui directa a Coimbra!

Meia hora de espera e com duas viagens validadas para o Porto, que isto não há mimos, lá segui. A previsão dava chuva, mas em Aveiro estava um tempo simpático. Em Cacia já estava escuro. Em Canelas já chovia e no Porto chovia mas chovia! Sai em Campanhã, uns pinguitos e cheguei ao metro.  Carreguei o andante com viagens Z6 (tal como tinha visto na net!!), 5.40 duas viagens. Achei caro, mas paguei. Ia a tirar o recibo da máquina e vejo “Hospital de S João” Z2. Boa!!! Perguntei segurança se havia maneira de contornar a situação. Claro que há! Guarda as viagens e carrega com Z2 um segundo cartão andante. OK, carreguei e lá segui viagem.

Tudo calmo até ao Hospital de S João. Saio e lá vou eu a pé, à chuva, a perguntar a quem passava onde ficava o local da reunião. Foi um quilometro bem medido, debaixo de chuva forte. O suficiente para chegar à reunião ensopada e perder toda a pose que uma apresentação pública de trabalho pede.

Espero uns minutos e sou recebida. Comecei a achar estranho a apresentação pública ser antecipada (sim, que com a brincadeira de ir cedo, antecipei-me quase 1 hora). Fui conduzida a um gabinete. Estranhei. Pedi desculpa, mas devia haver algum engano. Havia realmente, mas o engano foi de quem me informou que teria que preparar uma apresentação de 30 minutos. Era mesmo e só uma reunião. Que correu bem, mas que foi um desperdício de tempo e de recursos. Quando saí não chovia. Sorri e fiz o caminho inverso. Ao longe via o metro parado. Fiz os 400 metros com o metro ao fundo. Cheguei, validei a viagem e quando carreguei no botão para abrir a porta, a porta não abriu…o metro arrancou e eu fiquei em terra. Mas não encerrei aqui o dia, na confusão de tentar apanhar o metro, errei o andante e validei a viagem Z6.

Agora, que já estou em casa, só me apetece sorrir🙂 . E não é que há dias assim? 

2 thoughts on “Há dias e dias…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s